Como funciona a taxa de comissão dos Marketplaces

Quais os pré-requisitos para cada Marketplace
11 de janeiro de 2019
Como escolher um ERP para e-commerce
25 de janeiro de 2019
Mostrar Todos

Os Marketplaces são um espaço onde os vendedores autônomos e ainda lojas em especial tem a oportunidade de anexar produtos que serão comercializados dentro de grandes lojas virtuais, que já tem autoridade no ramo de vendas na web, como Americanas, Ponto Frio, Shoptime, Mercado Livre, entre outros. Todas essas grandes lojas virtuais são classificadas como Marketplaces, onde qualquer pessoa que trabalhe com a venda de produtos pode anunciá-los em suas plataformas.

Para que o funcionamento de vendas dentro do Marketplace ocorra com eficiência é preciso pagar, por cada produto comercializado com a negociação fechada é pago para os Marketplaces uma quantia, em média, de 20% do valor cobrado em cima do produto.

Hoje, preparamos um material sucinto, mas completo, cheio de informações a respeito de como funciona a taxa de comissão nos Marketplaces e a sua aplicação. Vamos lá!

A comissão no Marketplace

Nos Marketplaces o sistema de pagamento de comissão funciona da seguinte forma, a cada compra fechada de produtos que são disponibilizados pela sua loja é preciso pagar um valor em porcentagem em cima do dinheiro ganho com o produto que varia de um Marketplace para outro, mas que é em média cerca de 20%. Alguns donos de e-commerce não associam suas lojas à Marketplaces por que não acham rentável o pagamento dessa comissão, mas quando se olha de forma detalhada a real finalidade do investimento é possível perceber a sua rentabilidade.

Com a inserção dos seus produtos em uma loja de outro dono é preciso pagar pelos benefícios de estar ali e simplesmente pelo fato de anunciar dentro do seu site, por isso a comissão é normal e necessária. A rentabilidade dela é compreendida a partir do momento que você observa para onde vai o dinheiro que você paga, que é investido pelos Marketplaces em análise de fraude, geração de mídia online, taxas cobradas pelas transações de cartão e ainda diversos outros procedimentos que são aplicados na plataforma do Marketplace, mas que traz benefícios gerais a todos os vendedores que atuam nela, como você.

Custos e investimentos X lucros recebidos

Aqui vamos analisar a vantagem de ser associado a um Marketplace do que ter o seu negócio próprio em e-commerce virtual logo no comecinho. Primeiro, você precisa compreender que não importando qual seja a sua forma de vender online, sempre será necessário gastar com promoção de produtos, serviços e marca, geração de mídia, impulsionamento de site, entre diversos outros assuntos que geram gastos. Tanto no e-commerce quanto no Marketplace há gastos e investimentos feitos, mas enquanto no Marketplace você paga uma comissão de porcentagem X, no e-commerce você deve investir muito mais da sua receita de lucros em diversos procedimentos, sendo eles:

  • Marketing – 6%

  • Sistema Antifraude – 1%

  • SAC – 1%

  • Mão de obra/aluguel/TI/Investimento – 2%

  • Venda a prazo e recebimento do dinheiro – 8%

  • Gateway – 3,5%

  • Charge Back – 1%

Todos esses valores são cobrados na sua loja e citados aqui em média, que somados conferem um gasto de 22,5% dos custos, bem maiores do que os investidos com o Marketplace, sendo eles apenas 20% em média.

Receba Novidades e Informações Para Otimizar Suas Vendas Nos Marketsplaces
Sim, desejo alavancar as minhas vendas online de forma consistente.
Adriana Duarte
Adriana Duarte
Consulta Comercial
Apaixonada Por E-commerce
Suporte: http://www.markets.com.br/suporte
Comercial: http://www.markets.com.br/contato